Post Exclusivo

Vinil Review
18 agosto 2017

MINHA 1ª EMOÇÃO EM ESTÚDIO

[:pb]Iniciei minha vida profissional aos 16 anos, em Belo Horizonte, como auxiliar de Técnico no Estúdio Bemol – à época, o melhor estúdio de Minas Gerais. Ainda estava bem “cru” no ramo, fazendo aquelas coisas que auxiliares fazem: ajudar a preparar o estúdio, enrolar cabos, posicionar microfones (claro, sob a devida supervisão do técnico que era meu chefe).

Um belo dia, fico sabendo que o Milton Nascimento viria gravar. Ele havia trabalhado lá naquele estúdio, quando garoto… Chegou! Com aquele seu jeito tímido, entrou no estúdio para gravar voz e violão – uma pré-produção da trilha sonora para o balé do Grupo Corpo, com a música “Maria, Maria”, que no balé não tinha letra. Fiquei impressionado! Ele gravou violão e voz ao mesmo tempo, todo o canto em solfejo.

Até hoje lembro claramente que ele entrava e saía de falsete com uma imensa facilidade e o ponteirinho do VU não se mexia.

Incrível o seu controle da voz, sua afinação, sua maestria tonal! Foi uma coisa que me marcou para o resto da minha vida

 

Helder R Alvares

[:]

Comentários

Comentários

|