Post Exclusivo

Vinil Review
25 setembro 2017

Dave Young – Alive and Kicking

No mês passado contei sobre o encontro com Marc Johnson em São Paulo.  Hoje gostaria de relembrar a visita do famoso contrabaixista canadense Dave Young em 1987.

photo by Todd Rosenberg

Dave estava em São Paulo se apresentando com Oscar Peterson e Martin Drew.  Nas conversas de bastidores, meu pai (Luiz Chaves) e ele conversaram um pouco sobre o trabalho do Zimbo Trio, sobre os métodos de contrabaixo e de violão que meu pai escreveu e sobre o trabalho deles na escola de música CLAM (Centro Livre de Aprendizagem Musical).  Dave ficou muito interessado em visitar a escola e marcaram o encontro para o dia seguinte. Esta foi outra experiencia inesquecível.  Lá fui eu, com a intenção de servir como tradutora, quando na verdade eles nem precisavam da minha ajuda.  Passamos a manhã no CLAM onde Dave tocou e conversou com o Zimbo, com alguns alunos e professores da escola.

Amilton Godoy, Dave Young e Fernando Motta (“screen shot”  cortesia de Geraldo Suzigan)

Depois fomos para a casa do meu pai onde almoçamos e os dois tocaram juntos durante algumas horas. Infelizmente não tenho fotos desse encontro, mas foi bom demais estar ali naquele momento. Me mudei para o Canadá no ano seguinte e alguns anos mais tarde tive a oportunidade de reencontrá-lo em Vancouver.    Dave estava se apresentando com seu trio numa casa chamada Rossini’s e estávamos numa mesa bem próxima ao pequeno palco.  Durante a apresentação, ele sorriu algumas vezes para nós, mas eu jamais imaginaria que fosse se lembrar de mim.

No intervalo, ele veio para a nossa mesa e apesar de não se lembrar do meu nome, disse “Luiz Chaves’ daughter, right?” e nos deu o maior abraço.   Sentou-se, jantou conosco e batemos um longo papo.  Um verdadeiro “gentleman”!  Aliás, ele é conhecido assim no meio artístico. Recentemente entrei em contato com ele e perguntei se teria alguma foto da visita ao Brasil, mas ele disse que infelizmente também não tem nenhum registro daquela época, mas que guarda com carinho a lembrança da sua visita ao Brasil e de sua amizade com Luiz Chaves.

 

“A meu ver, Dave Young é um dos baixistas mais talentosos no cenário de jazz.  Sua sensibilidade harmonica e seu ritmo infalível o mantiveram no primeiro plano do jazz.”–Dr. Oscar Peterson  

 

“…Tempo impecável, grande tom flutuante e idéias ousadas em solos… instintos afiados e profundidade musical. Os resultados de (seu jeito de tocar) são um testemunho de sua capacidade de ouvir e de adaptar seu conceito de tempo com os músicos com que trabalha.”

–Bill Milkowski, JAZZ TIMES

 

David Anthony “Dave” Young 

Contrabaixista e compositor, nasceu no dia 29 de Janeiro de 1940, na cidade de Winnipeg, na Província de Manitoba no Canadá e reside em Toronto. Dave é um músico completo.  Se apresenta com a orquestra sinfônica ou com trios de jazz.  Começou a estudar violão e violino aos dez anos de idade, mas em seu primeiro show com uma banda na universidade, se interessou pelo contrabaixo. É membro da Orquestra Sinfônica de Edmonton, da Orquestra Sinfônica de Winnipeg e da Orquestra Filarmônica de Hamilton no Canadá. A lista de músicos com quem Dave dividiu o palco do jazz internacional é imensa.  Participou do quarteto do grande guitarrista de jazz Lenny Breau entre 1961 e 1966.  Trabalhou com Oscar Peterson – com quem teve uma relação musical de 35 anos, Clark Terry, Harry “Sweets” Edison, Zoot Simms, Joe Williams, Oliver Jones, Kenny Burrell, Cedar Walton, Hank Jones, Nat Adderly, Peter Appleyard, Gary Burton, Barney Kessell, Ed Bickert, Ranee Lee, Marcus Belgrave, Don Thompson, Kenny Burrell, James Moody e muitos outros.

Uma nota sobre sua amizade com Oscar Peterson:  Por ocasião do derrame que Oscar sofreu em 1993, Dave foi o responsável por estimular seu amigo a voltar a tocar piano e a se apresentar em público novamente.  Visitava diariamente a casa de Oscar com o pretexto de precisar ensaiar.  Numa entrevista, Dave comentou que os contrabaixistas que tocaram com Oscar Peterson depois de seu retorno ao palco, estavam mais atentos ainda à sua mão esquerda, compensando com o baixo as notas que precisavam de mais apoio. Além do trabalho de apresentação de clubes, turnês, gravações e concertos, Dave é também um educador dedicado, tendo participado de inúmeros seminários de música e de jazz, além de ser membro permanente da Faculdade de Música da Universidade de Toronto.

Dave Young foi nomeado recentemente como membro da Ordem do Canadá – a honra civil mais alta e prestigiada do país.  Foi reconhecido por sua enorme contribuição internacional para o mundo da música e para o Canadá.  Por várias vezes foi o vencedor do famoso prêmio nacional de jazz  “Bassist of the Year”. Aos 77 anos de idade Dave Young continua ativo no cenário musical.

Acompanhe suas apresentações em sua página no Facebook: https://www.facebook.com/DaveYoungBass/

Rosaura Paz

 

 

Clique para saber mais sobre Dave Young e Lenny Breau 



Comentários

Comentários

|