Post Exclusivo

Vinil Review
06 dezembro 2017

Sabá. Deixou muita saudade!

Sebastião Oliveira da Paz nasceu em Belém do Pará no dia 6 de Dezembro de 1927.  Foi o sexto de nove filhos de uma família de músicos.  Seus pais, o maestro Isaías Oliveira da Paz e a pianista Isaura Chaves Oliveira da Paz tiveram nove filhos –  o oitavo filho era o seu irmão Luiz Chaves, também contrabaixista.

                  Sabá e Luiz

Sabá mudou-se para São Paulo no início dos anos 50 e logo começou a trabalhar como músico tocando na boate do hotel Cléride com o pianista Rogerio Robledo.  Teve uma carreira de muito sucesso tanto como instrumentista, como cantor participando de vocais, como professor de música e radialista. Em 1965 formou o Jongo Trio com Cido (Aparecido Bianchi) ao piano e Toninho (Antônio Pinheiro Filho) na bateria.  O disco foi um sucesso imediato e o trio passou a acompanhar Elis Regina e  Jair Rodrigues no programa O Fino da Bossa da TV Record em São Paulo.

Elis,  Jair e  Jongo Trio

Em 1966, Sabá e Toninho foram convidados para tocar com Cesar Camargo Mariano e a partir daí formaram o Som Três.  Entre 1966 e 1970, o trio gravou cinco discos combinando estilos e fazendo muito sucesso.  Som Três acompanhou Wilson Simonal tanto no palco como em estúdios de gravação durante o período de maior sucesso de Simonal.

Sabá também tocou com grandes nomes como Johnny Alf, Alaíde Costa, Elizeth Cardoso, Claudete Soares e muitos outros artistas.  Além disso foi professor de violão e de contrabaixo no CLAM (Centro Livre de Aprendizagem Musical), escola do Zimbro Trio em São Paulo na década de 70.

Sabá com Elizeth Cardoso Cesar e Camargo Mariano

Sabá com o grande amigo Johnny Alf

Em 1971, Cesar passou a fazer arranjos para Elis Regina e novamente convidou Sabá e Toninho, porém os dois também haviam sido convidados para se apresentarem com o pianista e cantor Dick Farney com quem tiveram muito sucesso também.

Dick Farney com: Toninho, Julio Cesar Figueiredo e Sabá

 

Sabá foi um nome importante da Rádio Jovem Pan também, onde apresentava os programas Fino da Bossa, Fino da Música, Show da Manhã e Roda de Sábado. Na década de 80, ele substituiu o baixista Sidney Moraes no Conjunto Farroupilha, que logo depois foi extinto. Trabalhou também como radialista na Rádio Trianon em São Paulo apresentando o programa Clube da Música.

 

Sebastião Oliveira da Paz morreu no dia 23 de Fevereiro de 2010 em São Paulo.   Sabá, como era conhecido, foi um grande músico e contrabaixista, além de um dos principais nomes da Bossa Nova.   Deixou muita saudade!

  No livro “Solo – Cesar Camargo Mariano – Memórias”, Cesar dedicou seu livro ao Sabá em reconhecimento à influencia que o músico e amigo teve em sua vida profissional.

 

Rosaura Paz

 

   Luiz Chaves, Sabá e Rosaura Paz

 

 

Comentários

Comentários

|